segunda-feira, 6 de abril de 2009

Um dia nunca é comum

Tradução (ela só tem 5 aninhos e será alfabetizada este ano): Dinda Aline, te amo do fundo do coração.


Trabalhei o dia todo, fiz uma sessão de massagem, fiquei em dúvida de pintava ou não o cabelo. Comprei um colar com dois pingentes de menininhas, que representam meus dois grandes amores: Lara e Liv, sobrinhas amadas.

Vim pra casa achando que era um dia comum: iria ler um pouco, talvez escrever alguma coisa por aqui, ligar pra uma amiga que acabou de se mudar e tá morando aqui perto. Um dia normal, enfim.

Mas tive uma (linda) surpresa: chegou uma carta da minha irmã. Segue aqui na íntegra:


"Paraty, 03/04/09


Oi, Aline, tudo bem?

Você sabe o quanto eu adoro escrever, não é mesmo? Mas, em sua homenagem, abri uma excessão. Minha irmã não tem hábito de escrever. Bem, nem hábito e muito menos tempo.

Ontem pela manhã, vi uma cena linda, daquelas "tipo novela". Peguei a Lara dormindo com a cartinha que ela fez pra você. Foi realmente muito fofa a cena!

Aline, repare que a danadinha não só caprichou no conteúdo, como também caprichou no envelope. Muito lindo, né?

Ela escreveu esta cartinha num dia desses aqui na loja e me pediu para colocar na caixinha, 'aquela que chega carta, aquela mágica'. Mas como você bem sabe, minha vida de Yoga e cabeleiro é muito corrida e acabei esquecendo... Minha irmã, além de cuidar de 02 filhotas, ainda tem uma loja e é funcionária da Prefeitura. E depois dizem que a Mulher Maravilha é aquela dos filmes... Esse pessoal não sabe de nada mesmo.

Mas depois da cena, não tive como deixar pra lá.

Querida, aproveitando a oportunidade, coloquei junto uma foto da Liv com o uniforme da escola, no 1o dia de aula. Eu ia te entregar esta foto no próximo feriado, mas resolvi me adiantar pra você ir matando um pouquinho a saudade das meninas. Será que ela ainda não sabe que não fico 1 dia sequer sem olhar mil fotos das minhas gatinhas?

De coração espero que você goste da foto e da cartinha,pois as duas estaõ sendo entregues com muito amor.

E por falar em amor, minha irmã, vê se você se cuida, tá? Pois você tem duas sobrinhas-afilhadas que te amam muito te esperando.


Beijos,


Gisele"


E pensar que às vezes eu acho que felicidade plena é coisa de novela...

5 comentários:

  1. Que fofo né Aline ?? é tão bom ter sobrinhos e afilhados ,,

    ResponderExcluir
  2. Ai, até me emocionei!
    Nem precisamos de muito pra ser completamente feliz, né! Aliás, isso é muito...
    Bom dia!
    Beijos
    Bela

    ResponderExcluir
  3. Aline
    Me deu uma vontade danada de ver a cartinha da sua sobrinha.
    Eu guardei todas as cartinhas que meus alunos me davam.
    Mas quando vim para BH joguei fora.
    Até hoje estou com pesar.
    Mil beijos para voce e para suas sobrinhas.
    Um otimo feriado.
    OBS: Um dia retornarei a Parati para sentir a mesma emoção quando fui com papai.
    Com amizade Monica

    ResponderExcluir
  4. Haha.. você acha que eu te abandonei?!
    Nada disso! Eu passo por aqui umas 3 ou 4 vezes por dia, 1º pq você está sempre atualizando e 2ª estou lendo desde o inicio.
    Adorei ganhar um post só para mim, que máximo. Fico feliz em saber que você vê o lado bom da vida e que existe um pouco de ficção e drama nos seus posts. Você realmente é boa, muito boa!
    Agora quem vai te contar um segredo, sou eu...
    Raramente comento nos blogs que leio, e não são poucos. Por exemplo, você citou de um blog da Cris Guerra, eu leio outro blog dela o Para Francisco, ontem você comentou do Fernando Moreira, também leio, e por aí vai. Gosto muito de ler, mas não tanto de escrever.
    Pode ter certeza que passo aqui todos os dias, menos fim de semana (fujo do computador).

    Beijão, Ju.

    ResponderExcluir
  5. ana - hoje vou assim off7 de abril de 2009 15:26

    Q fofurinha :) pra sermos felizes basta pouco mesmo.

    beijos!

    ResponderExcluir

Gostou? Comenta aí!