quarta-feira, 4 de fevereiro de 2009

Por que que a gente é assim?

É engraçado como a gente se "molda" ao ambiente, mesmo afirmando categoricamente que "não, eu sou eu mesma em qualquer lugar. Não vou mudar minha essência, meu jeito de agir ou de ser" e outras balelas do tipo.
Sim, depois de ter dizer que sou eu mesma sempre, seja lá onde estiver, acabo de constatar que não, que eu também me deixo envolver pelo ambiente.
Pra resumir o assunto: estou com uma baita dor na coluna mas estou sorrindo aqui no escritório. Só tem homem aqui e passou pela minha cabeça que se eu falar que vou embora por causa de uma "dorzinha" qualquer , vão todos dizer que sou uma fresca. E pra não ser chamada de fresca (outra constatação: eu me importo,sim, com o que falam de mim!) continuo aqui. Vou para o 2o Dorflex mas não vou pra casa.
Por que que a gente é assim?