quarta-feira, 25 de fevereiro de 2009

Desculpe a falta de modéstia...

... mas senti vontade de dedicar este trecho a mim mesma. Pelas minhas vitórias, por tantas lutas (vencidas ou não) e pelo momento que que estou vivendo.

"Veja a quantidade de coisas que você faz, nas coisas que revolvem em torno de você e você, bem ou mal, vai solucionando. (...)
A mulher é um ser abençoado. É uma estrela de luz. Tem o ritmo da dança da vida em sua sensualidade, em suas curvas. Tem o poder de exercer tantos papéis vitais (...)."