segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010

VAMOS AJUDAR A GABI?

História comovente é o que não falta por aí. Eu mesma teria dois ou três depoimentos para contar ao final da novela "Viver a vida". Todo mundo tem.

Semana passada, fiquei sabendo, pelo
blog da Lele, do Te dou um dado?, minha pílula diária pra dar risada, da história da Gabi e fiquei especialmente tocada.

O que a Lele escreveu:
Como eu falei no Twitter, gostaria da ajuda e das ideias de vocês pra gente poder ajudar a Gabi. Ela é a @gabinacozinha no Twitter, minha amiga, uma fofa. E tá passando por uma situação bem besta agora, que é a metástase de um câncer que ela já teve. Não tenho dúvidas de que ela vai sair bem dessa, mesmo porque só quem conhece a Gabi de perto sabe a força da natureza que ela é. Mas o lance é que ela perdeu o pai, que era quem bancava seu tratamento, há um mês. E tá precisando de ajuda.


Ela mesma explica que tipo de câncer teve:

Em 2004, fazendo auto-exame nas mamas, eu percebi que havia um carocinho do tamanho de uma ervilha no meu seio esquerdo e marquei consulta com ginecologista para averiguar. Na consulta, ele me disse que na minha idade era normal que a mama apresentasse algumas calcificações e fibroadenomas e não pediu mais nenhum exame.
Em setembro de 2006, mais uma vez palpando a mama, percebi que aquele carocinho que antes tinha o tamanho de uma ervilha, agora estava com o tamanho de uma bola de pingue-pongue. Foi então que marquei outro médico pq fiquei realmente muito preocupada. Ele pediu exames e me encaminhou para o Mastologista que diagnosticou o câncer de mama.
Nesse tratamento tive que fazer 3 quimios neoadjuvantes, cirurgia de mastectomia radical, depois mais 8 sessões de quimio, 25 sessões de radioterapia e ainda 1 ano de imunoterapia.
Terminadas as sessões de imunoterapia, o médico disse que eu estava curada, mas teria que fazer um acompanhamento para o resto da vida. Assim, fiz cirurgia de reconstrução da mama e continuei o acompanhamento médico.
Até que em outubro de 2009, em virtude de dores fortes e constantes na coluna, o ortopedista, analisando meu histórico, resolveu me internar para fazer exames e achou 3 pontos de metástase: um na cervical, toráxica e lombar.
Assim, tive que passar por mais uma cirurgia (na região cervical) e atualmente estou fazendo sessões de quimioterapia semanais, imunoterapia a cada 21 dias e radioterapia diariamente.


Onde entra a preocupação (e o coração imenso) da Lele (e é aqui que eu quero a atenção dos meus leitores queridos!):


Os valores :


*MENSAIS: plano de saúde: R$ 258
remédios (que ela não consegue o pegar nem no GAPC, nem na prefeitura): R$ 323
suplementos alimentares: R$ 125 a R$ 150, dependendo do mês


*QUADRIMESTRAIS: PET SCAN, que o plano não cobre e custa R$ 2.800 (vai ter que fazer no mês que vem, março)

Ou seja, ela tem que ter, por mês, cerca de R$ 1400, para poder gastar com esse processo todo. E agora ela precisa de ajuda.

Houve uma série de ideias para se arrecadar a grana necessária, mas pelo que vi, ainda não estão confirmadas. A mais prática foi a de fazer uma "vaquinha virtual". E já tá tudo organizado, facinho de contribuir. Basta acessar este link e contribuir, de maneira rápida e segura, com o valor que você puder.