segunda-feira, 13 de julho de 2009

PARA SEMPRE

A dor que hoje me doi
é bem maior do que a distância
que te tirou de mim
Assim, de hora pra outra,
sem nem avisar.
É dor que doi diferente
já que é sem remédio
e que pra sempre vai doer.

Hoje não tenho tua mão,
teu riso, teu conselho.
Tenho só a lembrança
de tua amizade, tua lealdade.

Faz anos da tua partida
Mas hoje era dia de comemorar
com bolo, presente e festa surpresa.

Hoje, 13 e Julho é aniversário da minha prima Lili, que foi embora cedo demais.