segunda-feira, 4 de janeiro de 2010

Um trechinho do José Régio, um poeta português mui gira

Ah, que ninguém me dê piedosas intenções!
Ninguém me peça definições!
Ninguém me diga: vem por aqui!
A minha vida é um vendaval que se soltou.
É uma onda que se alevantou.
É um átomo a mais que se animou...
Não sei por onde vou,
Não sei para onde vou,
- Sei que não vou por aí!

________________________________________
ANTOLOGIA POÉTICA
José Régio – Edições Quasi
- Lisboa – Portugal - 2001