quarta-feira, 5 de agosto de 2009

O CONVIDADO SURPRESA




Semana passada li este (ótimo!) livro mas me esqueci de citá-lo por aqui. Apesar de ter só 112 páginas, a leitura leva alguns dias, pois é densa. Sem contar que dá um prazer danado reler alguns trechos.


A sinopse é esta:

Se é possível conhecer uma época através de suas histórias de amor, O convidado surpresa (2004) é o retrato deste início de milênio.

A trama começa numa tarde fria de domingo, quando o telefone acorda o autor-narrador. Ele reconhece a voz da mulher que o abandonou cinco anos antes sem nenhuma explicação. Ela o convida para o aniversário de uma amiga que costuma celebrar a data chamando para a festa o número de pessoas correspondentes à sua idade e mais um, o convidado surpresa.

Bouillier é o convidado surpresa da vez; a aniversariante é Sophie Calle.

A relação, cujo início é narrado neste livro, terminou tempos depois com um e-mail enviado por Bouillier, que dizia na última linha: "prenez soin de vous" ("cuide de você"). A frase deu origem à famosa exposição de Calle, exibida na Bienal de Veneza em 2007, que reuniu depoimentos de 107 mulheres sobre a carta de rompimento.