quinta-feira, 9 de setembro de 2010

Passos/ AG

Um amor passado
Quando passa na calçada
nunca passa em branco espaço.

Há sempre um
"não sei o quê"
que, se não passa despercebido,
passa pela emoção.

Hoje (e talvez sempre!)
se passo próximo de um amor passado,
acho graça,
acho engraçado.
Fico embaraçado.