sábado, 9 de julho de 2011

FLIP 2011



A Flip 2011 começou 4a-feira, dia 06, e desde então muita coisa já aconteceu por aqui em Paraty.

Neste ano houve mudanças estruturais (os palcos não estão no Centro Histórico) e também há uma ampla (e ótima) programação paralela. Seguem algumas dicas (clique no nome para ver o link com a programação completa):


Folha de São Paulo tem um espaço para debates, a Casa Folha, instalada na rua da Matriz, no centro histórico. Os destaques são Ferreira Goular, Xico Sá, Laerte e Antônio Prata;

A Casa Sesc (na Rua do Comércio) apresenta os projetos Palco Giratório Sonora Brasil, com apresentações de teatro e música, além de sessões de vídeos, programação infantil e o lançamento dos livros vencedores do Prêmio SESC de Literatura 2010;

Na mesma rua a Casa do Instituto Moreira Salles na Flipque trará ao público uma exposição de fotos de Thomaz Farkas - recorte da exposição realizada esse ano no IMS-SP – e a gravação do primeiro programa Prefácios, da Rádio Batuta, que entrevistará autores presentes na Flip como João Ubal Ribeiro, Laura Restrepo, valter hugo mãe e Pola Oloixarac.

Ah, tem também a Off Flip, que já é tão tradicional quanto a "prima" oficial.

Então é isso: tem programação para todo mundo e não vale se lamentar por não ter conseguido comprar ingresso.

PS: Minhas sobrinhas se apresentaram ontem na Flipinha. A tia-coruja aqui ainda está emocionada.